FacebookLinkedInWebsites for Photographers

 Perguntar a um fotógrafo que, também, fotografa batizados porque acha importante fazer a cobertura de tão importante dia, pode levar a alguma especulação e tentativa de convencer quem pergunta.

 No entanto, prefiro dividir o batizado em duas partes: a do dia do batizado e a de um futuro longínquo. No dia do batizado acontece uma reunião de familiares à volta de uma criança que irá ser alvo de uma cerimónia que a fará tomar parte de uma nova comunidade. É, de certeza, um acto muito importante que o fotógrafo de batizados terá de enquadrar e estar atento, para que todo o ceremonial seja guardado. Também aqui, existe para o fotógrafo um manancial de atracção para a fotografia nas pessoas que, por relação directa ou afinidade afectiva, preenchem esse espaço e, de certeza, serão objecto de fotógrafo curioso porque denotam, sempre, as emoções que o acto estimula e a afinidade obriga.

 Depois vem a parte mais mundana. A comemoração à volta da mesa, onde todos os convivas irão demonstrar com a criança, já batizada, todos os afectos que lhes estão retidos desde a, mais formal, cerimónia. Assim neste momento é tempo de alegria e de manifestação de carinho que os envolve a todos. Nessa parte o fotógrafo de batizado vai encher as câmaras fotográficas com todas estas emoções que devem ser guardadas, como tão bem sabe fazer a fotografia desde que foi criada.

 Isto é no dia. Mas o tempo passa e aquela criança, objecto, muitas vezes de forma muito passiva dada a idade, desta cerimónia e de todas as manifestações que a rodearam, vai crescer e um dia irá deparar com as fotografias do batizado. Ali vai sentir e reviver algo que nem se lembra. Vai ver que aquele dia veio a ter, em si, a importância que se desejava,  mas, sobretudo, que estava rodeada de pessoas que a amavam, cuidaram dela nesse dia e nos dias que se seguiram. De  algumas, talvez, nem tenha memória e ali, naquelas fotografias, vai saber como eram, de outras confirmará, como de ser, que continuaram consigo.

 Por isso, penso que o fotógrafo de batizado responde à questão. Não é importante para o fotógrafo de batizados fazer as fotografias no dia, mas sim é importante que quem foi objecto principal destas fotografias as possa usufruir durante a sua vida quando a memória, e os afectos, precisem de revistar. Da minha parte sempre darei o meu melhor.

Aqui, em FOTOGRAFIAS DE BATIZADOS pode ver o meu trabalho. Se gostar basta que me contacte e terei todo o gosto em fotografar o seu batizado.

Ou aqui o do MIGUEL

Ao vosso dispor

Fernando Colaço