Um casamento na Nazaré em Portugal

O FOTÓGRAFO DE CASAMENTO NUMA MANHÃ DE NEVOEIRO

Estava uma manhã nevoeirenta quando cheguei à Nazaré para fotografar o casamento da Jade e do Neil. Para mim não era, de modo nenhum, um problema porque gosto de luz suave que não fecha olhos e enruga caras. Só por isso já tinha começado bem o dia. Depois de alguma espera pelo noivo e seus compadres que aproveitaram a manhã, mesmo que turva, para um pouco de praia e comecei a minha viagem pelo dia do casamento deste casal inglês.

No entanto a minha alegria, pelo tempo, desvaneceu-se quando pela hora de ir para a praça no alto do morro, onde o tal D. Fuas se safou de boa, o sol aparece e põe os meus caros Ingleses felizes mas de olhos um pouco escondidos. Não se pode agradar a todos. Apesar disso o meu trabalho foi feito com o gosto que sempre gosto e, finda a cerimónia, fomos para a festa, como se de santo popular fosse, na praceta do bairro onde os pais da noiva vivem e que chamava por fotografia por cada lado que me atrevesse a olhar.

Foi bom e, até, diferente. A família preparou e fez a festa em lugar que lhes pertencia. O fotógrafo de casamento partiu de missão cumprida e com a certeza de que aquele dia não iria ser esquecido.

Share This:

Leave a Comment

  • (will not be published)