No dia do casamento as crianças são…crianças

O INESPERADO NAS CRIANÇAS E O FOTÓGRAFO DE CASAMENTOS

Existem umas pessoas nos casamentos que merecem a minha grande admiração. As crianças. Não só porque são bons objectos para o fotógrafo de olhos curiosos, mas porque não têm nada a ver com o assunto e lá têm que se aguentar nas várias fases porque têm que passar e, obrigatoriamente, de roupa sempre impecavelmente limpinha como o evento obriga.

As crianças nem sempre têm a noção do que se passa e, mesmo que o tenham, a sua entrega é sempre muito relativa porque a paciência perde-se com muita facilidade, porque a entrega à brincadeira é muito mais apelativa que o está sossegado, porque aqui não se pode fazer barulho e os bancos corridos de uma igreja são muito mais interessantes para fazer de escorrega ou passa obstáculos do que o sossego a que o local obriga.

Ainda me lembro, quando comecei a fotografar casamentos, daquela menina que ao ser, pela avó, obrigada a tirar fotografias me tomou de ponta e sempre que me via perto fugia. Como era a menina das alianças fê-lo de braço esticado e olhos no chão para que a não fotografasse. No fim da tarefa, estava a ensacar o meu equipamento quando sinto que alguém me chama. Adivinhem. Olha agora eu quero e com a minha mãe também e depois com ela que é minha amiga. Não preciso de explicar o que este fotógrafo de casamento fez. Nunca mais se esqueceu.

Share This:

Leave a Comment

  • (will not be published)