Há fotografias olhando à volta

OS CONTADORES DE HISTÓRIAS e O FOTÓGRAFO DE CASAMENTO

Se há coisas que gosto de ver, nos casamentos, são os pequenos grupos que se formam e vão passando o tempo em conversa, contando aventuras, actualizando as coisas da vida porque alguns, mesmo familiares próximos, pode ter havido muito tempo em que não estavam juntos.

Cabe ao fotógrafo de casamento aproveitar essas alturas para exercitar as suas qualidades na composição, no retrato e no chamado momento certo. Um grupo de pessoas em amena conversa pode garantir todas essas possibilidades que, com o uso das lentes adequadas, assim se possa contar uma história que não gira só à volta do noivo e da noiva.

O gosto da fotografia em casamentos, que me envolve, também está nestes momentos. Nunca sei do falam, embora me cheguem pedaços de conversa fugidia, porque a minha atenção está na possibilidade de imagem que me possam oferecer. Por vezes sou o retratista com uma longa focal para o orador ou o atento ouvidor, outras sou o fotógrafo de rua atento ao grupo mas à espera de passante ocasional que dê algum movimento à ocasião. Outras vezes, ainda, para mostrar as várias histórias que possam estar a decorrer ao mesmo tempo no mesmo espaço. Enfim, como é enfadonha a vida de fotógrafo de casamento. Ufffss……

Share This:

Leave a Comment

  • (will not be published)