A cor do casamento

O AMARELO DOURADO e O FOTÓGRAFO DE CASAMENTO

A luz dourada. Mais um fascínio que não consigo explicar. Até podia fazê-lo mas era, de certeza, cansativo começar a explicar a frequência de cor, a influencia psicológica da mesma e…não era por aí. Gosto, talvez, porque todos gostamos. Quem não se fascina, além do fotógrafo de casamento, emociona mesmo, com o dourado que se derrama sobre campos, telhados de cidade a terminar a azáfama do dia quando o sol decide que é tempo de sossego e começa a apagar a luz para sono profundo e poder voltar forte, luminoso e outra vez dourado, na manhã seguinte.

É um facto que sendo fundamentalmente um fotógrafo para preto e branco, o meu preto branco da cor é o dourado, ou se quisermos a gama dos amarelos. Simbolizam luz, riqueza no espírito, brilho no olhar ou uma intimidade deliciosa, apelativa a pupilas gulosas.

Não perco oportunidade para trazer ao de cimo esta luz de vida em qualquer cerimónia, especialmente, numa Igreja. As luzes, que dão a luz ao amor que se compromete nesse dia, merecem ser trazidas ao de cimo para melhor ficar marcado evento já há tanto tempo decidido. Cabe, de facto, ao fotógrafo de casamento tudo fazer para que fique memorável. Pelo menos faço por isso…

Share This:

Leave a Comment

  • (will not be published)