À espreita de momentos pelo fotógrafo num casamento

O QUE AS PESSOAS FAZEM pelo FOTÓGRAFO DE CASAMENTO

De tanto ler em Inglês, ás vezes não me saem as palavras certas em português para aquelas que eles, o ingleses e os que falam a língua deles, têm e que caem que nem ginjas. Vou ao dicionário e o que encontro não me parece o que quero transmitir. No caso, falo de highlights. Vou ao dicionário e encontro: mechas, luzes altas e, também, realçar, enfatizar, salientar, etc. Nada que eu gostasse de usar aqui porque quero falar de momentos muito rápidos que mostram coisas que acontecem num evento em curtos espaços de tempo. Pois, o português é muito pouco sintético. Mas perceberam, não perceberam?

Depois das papilas gustativas terem atingido o objectivo que as levou ao casamento, os seus portadores gostam muito de se entreter em conversas, a brincar com o que se lhes aparece ali, trocar afectos que é coisa que não falta em casamentos, a mostrarem coisas uns aos outros e a contar histórias mais ou menos imaginativas e de origem mais ou menos real. Quem conta um conto…

É aí que o fotógrafo de casamento, de câmaras em punho, começa a calcorrear os corredores entre mesas e cadeiras, como se andasse em bosque à procura de fotografia ideal, e arrebanha tudo o que lhe aparece como assunto, é o que os fotógrafos chamam ao que fotografam, que depois mostram vaidosos como prova da sua capacidade. Reconheço que, também eu, não consigo resistir. Pois…

Rapazinho sentado ao colo da mãe a brincar com colar na festa de casamento.
Noiva com menino convidado, na festa do casamento.
Pais do noivo falando com um convidado do casamento.
Noiva com com duas convidadas caminhando no corredor da festa do casamento.
Mesa com convidados, sentados, já no fim da festa do casamento.
Convidada, sentada, olhando para o telemóvel na mesa do casamento.

Fotografias na festa de um casamento no Palácio Estoril Hotel no Estoril, Cascais.

Saiba sobre o método de trabalho de Fernado Colaço.

Share This:

Leave a Comment

  • (will not be published)