Casamento na Quinta do Louredo em Évora.

DIAS QUENTES E CASAMENTOS

Quem vai ao Alentejo, no Verão, já sabe a que se sujeita. Temperaturas altas, ar seco, cheiro a restolho e canto de cigarras que, satisfeitas nas sombras dos chaparros e azinheiras, abrem as goelas sem se ralarem se alguém as ache desafinadas, para tanto canto sem maestro a conduzir tal coro.

Foi um desses dias que calhou à Sofia ao Nuno. Eu gosto, trinta e oito graus, céu azul transparente e o silêncio da planície alentejana, bem, se esquecermos as cigarras. Silêncio imediatamente quebrado pela azáfama das preparações, das preocupações com a hora, as vizinhas a quererem ver o bonita noiva, os festejos à saída da cerimónia na Igreja local e caminho até à Quinta do Louredo onde ficámos até de madrugada. Como foi? O fotógrafo de casamento estava lá. Basta ver as fotografias. Eles gostaram e eu também.

Texto e fotos: Fernando Colaço

0015 0073 0096 0126 0133 0180 0210 0232 0269 0358 0398 0408 0419 0430 0450 0494 0499 0571 0578 0665 0682 0758 0777 0795 0845 0849 0869 0900 0922 0956 0965 0980 0992 1077 1178 1184 1230 1248 1255 1266 1302 1307 1388 1418 1686 1706 1722 1778 1785 1813 1825 1854 1856 1886 2084 2103 2120 2135 2176 2179 2219 2225 2257 2262 2290 2302 2361 2373 2398 2425 2446 2530

Share This:

Leave a Comment

  • (will not be published)