Fotógrafo escorrendo pelas ruas de Lisboa depois de um casamento

COMO ÁGUA pelo FOTÓGRAFO DE CASAMENTOS EM LISBOA

Andar por ali. Ali, é a bonita e fotografável baixa de Lisboa. Tanto fica bem em fotos preparadas à priori, como fazem nos editoriais de moda ou por quem por ali anda de olho atento e paciência de fotógrafo à espera que o espaço se preencha exactamente como ele quer que aconteça, com pessoas que, sem que o saibam, se coloquem como coreografia muito bem preparada.

Como já aqui escrevi como fotógrafo de casamentos, não tenho aquela paciência necessário para os tais que esperam, esperam e…esperam…agora. Mas como o gozo é o mesmo, só me restou desenvolver olho rápido, pé lesto e vamos andando, como dizem os do Alentejo, para ver o que dá. Não é bem ao acaso mas é bom que pareça. Casal passeador e fotógrafo metediço. Para finalizar, só cenário a jeito.

Não é primeira vez que ando andando por aqui com casais que me escolheram. Sei sempre que não vão ter arrependimento e Lisboa nunca me deixou ficar mal. Desde a textura à luz, do seus apressados passeantes que uso como cenário ou nos fins de tarde, que eu tanto gosto, que me fazem parecer água depois da chuva que, sem esforço, escorre por aquelas ruas para chegar, feliz, ao rio Tejo. Ser fotógrafo de casamentos dá-me para isso. Até sentir-me água.

Share This:

Leave a Comment

  • (will not be published)