Mudanças sob o olhar do fotógrafo, na cerimónia de um casamento

A PARTIR DALI pelo FOTOGRAFO DE CASAMENTO

Pertencer aos fotografos de casamentos leva-me a, além de registar, testemunhar um dia na vida de outros. E há dias que são de tal forma de mudança que merecem ficar bem marcados. Há momentos nas nossas vidas que têm o condão de nos mudar. Mudamos de hábitos, mudamos de sítio, mudamos de aspecto ou de atitude. Apesar de, por vezes, esse mudar seja lento, no tempo, a decisão para a mudança é sempre, usando a linguagem do fotógrafo de casamentos, do momento. Aquela decisão que acontece ali, no tempo de um relâmpago, pode mudar-nos para sempre.

Mas a maior parte das nossas mudanças fazem parte de um contínuo que, como passagem de cena na edição de um filme, vai alterando de modo a que, algum tempo depois, olhemos para trás e já nem reconheçamos quem éramos nessa altura. Chama-se a isso viver. Como se numa viagem, a paisagem se altere umas vezes muito lentamente e, noutras, abruptamente ou porque mudou assim ou apenas porque estávamos a ir muito depressa. Pergunta, o que tem a ver com casamentos e com o fotógrafo deles?

O momento em que o casal jura um ao outro que sim, na cerimónia do seu casamento, pode parecer que não mudará nada de essencial. Mas muda. Muda a maneira como se vão designar um ao outro, vai ser o meu marido e a minha esposa, vai mudar a forma como oficialmente vão ser responsáveis por certas coisas mais institucionais, como impostos, vai mudar a forma como os outros os vão identificar quando em relações de convívio ou mais formais, etc. Aqueles dois momentos em que cada um, sob o testemunho do fotógrafo de casamento, afirmam sem qualquer dúvida o sim ao outro, mudam isso tudo. Por desejo e por amor. Isso é muito bonito.

Veja como pode contactar o Fotógrafo de casamento e receber toda a informação que precise.

Share This:

Leave a Comment

  • (will not be published)