O casal de noivos sentados num banco na Praça do Rossio em Lisboa.

Namorando em Lisboa pela manhã

DEPOIS DO NEVOEIRO

O casal de noivos sentados num banco na Praça do Rossio em Lisboa.

Lisboa, mais uma vez. Por mais que fotografe em Lisboa nunca me irei repetir mesmo que passe e repasse pelos mesmos sítios como o tenho feito ao longo do tempo, com e sem máquina fotográfica. Aquela baixa lisboeta nunca deixa de surpreender com sua textura pelos corredores entre prédios a chamamos ruas, praças e outras coisas que lá existem.

A manhã, cedo como combinado, surpreendeu-me assim que chego ao Rossio. Nevoeiro, não muito cerrado mas o suficiente para poupar a produção cinematográfica alguns rios de euros com nevoeiros feitos a pedido.

Para este fotógrafo de casamento amigo da luz límpida e transparente poderia ter sido uma desilusão se não fosse, ao mesmo tempo, o meu sentido de desafio pelo que lá está, como sempre é normal nos dias do casamento. E é com o que lá está que tenho uma Lisboa suave de fundos de rua opalinos tocando suavidade com ambientes de seda transparente.

Assim nos passeamos, a Patrícia, o Ricardo e eu pelas que Pombal concebeu a pensar em fotógrafos a qualquer hora e de fervor no olhar. No Rossio começámos, a Augusta vazia de gente, e com o despertar das esplanadas a preparar-se para quem muito daqui a pouco virá, de caminho ofereceu as suas paredes onde esta luz de nevoeiro matinal ronrona pelos entalhes das janelas e portas chegando ás minhas lentes como encomenda adivinhada por cenógrafo experiente a servir bem os seus clientes.

Sé e Castelo serviram de passeio onde passeio mesmo foi servido com cheiro a flores belas,  ameias de castelo já sem guerreiros, mas de amantes capazes de juras como as dos cavaleiros para com as suas donzelas de antigamente: para sempre.

O que foi aqui ficou e aqui se mostra como tudo o que acima se escreveu foi verdade. No entanto as fotografias têm sempre uma maneira muito sua de falar a quem as vê, e quem as vê à sua maneira as conta. Espero que a Patrícia e o Ricardo com elas muito venham a contar…um dia.

Texto e Fotos: Fernando Colaço

Com Lisboa até ao Castelo em fundo, do Rossio, o casal, na sessão de pré-casamento olha para o Convento do Carmo.
Numa esplanada na Rua Augusta em Lisboa, os noivos em conversa.
Passeando de mão dada pela Ria Augusta em Lisboa, os noivos sobem para o Rossio.
Os noivos na Ruas do eléctricos em Lisboa, na sessão de namoro.
Os noivos em frente de uma loja antiga, na baixa de  Lisboa
Os noivos olhando para longe, com um eléctrico da Carris por detrás, na sessão de pré-casamento.
O noivo e a noiva, sentados nas escada de uma igreja ao fundo da Rua da Conceição em Lisboa.
Com as portas da igreja por fundo, os noivos olham para a Rua da Conceição em Lisboa.
Retrato do noivo na baixa de Lisboa, na sessão de namoro.
A noiva, encostada numa balaustrada, com a Rua da Conceição por fundo em Lisboa.
Os noivos juntos de um eléctrico da Carris, na sessão de pré-casamento.
Olhando para postais e chapéus numa loja em Lisboa, os noivos abraçados.
Os noivos numa rua a caminho do Castelo em Lisboa.
O casal abraçado em passeio durante a sessão de pré casamento, numa rua antiga de Lisboa.
Retrato da noiva junto de uma parede antiga do Castelo em Lisboa.
Os noivos sentados num banco de pedra no Castelo em Lisboa, durante a sessão de namoro.
Noiva em frente de árvores muito antigas, no Castelo de Lisboa.
Retrato do noivo, a preto e branco, em frente das paredes antigas do Castelo de Lisboa.
O casal, na sessão de namoro, caminha dentro do Castelo de Lisboa.
Sentados junto do tronco de uma árvore antiga do Castelo de Lisboa, os noivos descansam na sessão de namoro.

2 Responses to “Namorando em Lisboa pela manhã”

  1. Annie Warren

    Gorgeous work Fernando, and what a sweet couple. Great use of natural light, and I really love your B&W processing!

  2. Patrícia Costa

    Ansiava pelas palavras sobre o passeio que eu e o Ricardo fizemos. Foi um início de viagem surpreendente e decerto vamos lembrá-lo, esperamos por muitos anos. O seu trabalho é mesmo intemporal e todos os nossos amigos adoram as estas fotografias.

Leave a Comment

  • (will not be published)