Namorando em Lisboa pela manhã

Lisboa, mais uma vez. Por mais que fotografe em Lisboa nunca me irei repetir mesmo que passe e repasse pelos mesmos sítios como o tenho feito ao longo do tempo, com e sem máquina fotográfica. Aquela baixa lisboeta nunca deixa de surpreender com sua textura pelos corredores entre prédios a chamamos ruas, praças e outras coisas que lá existem.

A manhã, cedo como combinado, surpreendeu-me assim que chego ao Rossio. Nevoeiro, não muito cerrado mas o suficiente para poupar a produção cinematográfica alguns rios de euros com nevoeiros feitos a pedido. Para este fotógrafo de casamento amigo da luz límpida e transparente poderia ter sido uma desilusão se não fosse, ao mesmo tempo, o meu sentido de desafio pelo que lá está, como sempre é normal nos dias do casamento. E é com o que lá está que tenho uma Lisboa suave de fundos de rua opalinos tocando suavidade com ambientes de seda transparente.

Assim nos passeamos, a Patrícia, o Ricardo e eu pelas que Pombal concebeu a pensar em fotógrafos a qualquer hora e de fervor no olhar. No Rossio começámos, a Augusta vazia de gente, e com o despertar das esplanadas a preparar-se para quem muito daqui a pouco virá, de caminho ofereceu as suas paredes onde esta luz de nevoeiro matinal ronrona pelos entalhes das janelas e portas chegando ás minhas lentes como encomenda adivinhada por cenógrafo experiente a servir bem os seus clientes.

Sé e Castelo serviram de passeio onde passeio mesmo foi servido com cheiro a flores belas,  ameias de castelo já sem guerreiros, mas de amantes capazes de juras como as dos cavaleiros para com as suas donzelas de antigamente: para sempre.

O que foi aqui ficou e aqui se mostra como tudo o que acima se escreveu foi verdade. No entanto as fotografias têm sempre uma maneira muito sua de falar a quem as vê, e quem as vê à sua maneira as conta. Espero que a Patrícia e o Ricardo com elas muito venham a contar…um dia.

Texto e Fotos: Fernando Colaço

N-0058 N-0087 N-0104 N-0119 N-0172 N-0176 N-0200 N-0239 N-0270 N-0278 (1) N-0292 N-0326 N-0362 N-0401 N-0404 N-0416 N-0469 N-0489 N-0509 N-0513 N-0544

Share This:

2 Responses to “Namorando em Lisboa pela manhã”

  1. Patrícia Costa

    Ansiava pelas palavras sobre o passeio que eu e o Ricardo fizemos. Foi um início de viagem surpreendente e decerto vamos lembrá-lo, esperamos por muitos anos. O seu trabalho é mesmo intemporal e todos os nossos amigos adoram as estas fotografias.

  2. Annie Warren

    Gorgeous work Fernando, and what a sweet couple. Great use of natural light, and I really love your B&W processing!

Leave a Comment

  • (will not be published)