Noivos, personagens e fotógrafos durante o dia do casamento

VAMOS IMAGINAR pelo FOTÓGRAFO DE CASAMENTOS

Personagens. É assim que gosto de trazer para fotografia o casal no dia do casamento. Ou porque cada um, ou porque apenas um deles assume esse papel ou porque o fotógrafo de casamento depois do tempo que, entretanto, já passámos juntos começa, na sua imaginação, a dar-lhes um papel que quer que desempenhem na sessão que, no decorrer, irão saborear.

Não é que eu quisesse que a Marta e o Paulo, de repente, se transformem em outras vidas, que não a deles, por capricho de um fotógrafo de casamentos. Nada disso. Vamos, apenas, brincar um pouco e ser personagens e realizador de filme imaginário aproveitando os cenários que estão à nossa disposição dentro, ou perto, do local onde a festa está a dar festa.

É aqui que me dá aquela gozo de ser o realizador chato que nunca mais está satisfeito e propor constantemente, já agora ainda ali é pá aqui vai dar uma bela fotografia ainda não experimentámos ali a meio corpo que bem que vocês encaixam. Há sempre mais uma fotografia que ainda não consegui e que tenho a certeza que está ali à nossa espera, mas os convidados querem os meus personagens de volta e esperam para abrir a pista…pois…que chatice. Vamos lá. Bem não sou assim tão…maçador…mas se calhar ás vezes…Mas no álbum ficaram tão bem!…

Casal, em pé, olhando um para o outro entre árvores, desfocadas.
Casal de recém casados, entre plantas desfocadas, olhando para longe.
Recém casados, divertidos, olhando para fora da fotografia.
Noivo com chapéu, na sessão fotográfica do dia do casamento.
Noiva entre árvores desfocadas debaixo da luz dourada do fim da tarde.

Algumas fotografias da sessão com o casal na Casa de Reguengos em Vila Franca do Rosário, Lisboa

Share This:

Leave a Comment

  • (will not be published)