O fotógrafo, a noiva e as manas, no dia do casamento perto da Guarda

OS ÚLTIMOS RETOQUES pelo FOTÓGRAFO DE CASAMENTO

Ainda gostava de saber, como fotógrafo em casamentos, porque razão, depois de uma noiva já, absolutamente, pronta vem sempre alguém que acha que sem o seu toque ela não estava, ainda, em condições para seguir ao encontro de quem escolheu, no sítio da cerimónia do casamento. As vezes que o fotógrafo de casamento pensa que acabou a parte da preparar a noiva, ou mesmo o noivo, e lá vem a mãe, ou irmãs, ou tias fingir que descobriram um fiozinho do vestido que ninguém viu, que é preciso ajustar o vestido nos ombros porque estava de banda ou que a tiara, afinal, estava torta.

Por acaso, acho que sei. São os últimos afectos. Em vez de beijos e abraços garante-se que ela vai perfeita e vai fazer boa figura quando chegar à cerimónia e todos virarem os olhos olha vem ali a noiva que linda. Vai, porque eu é que fiz por isso. Por cada acerto que já não era preciso eu vejo um beijo, um grande abraço que estragaria o arranjo, um amo-te muito, um vais ser muito feliz, um sabes que podes contar sempre comigo.

E parece-me que trago fotografias que comprovam isso. Mesmo aqueles que não saem de perto e nada podem fazer além de olhar estás tão linda dá-me um beijo mesmo que agora seja só fingir, é isso que estão ali fazer. E o fotógrafo de casamento acha que tem o dever de não faltar a nenhuma dessas traduções, desses parecer que é mas é outra coisa que são, sem dúvida, as ligações que ligam aquelas pessoas a alguém, que amam muito. E, eu estive lá. Comprovo.

Irmãs acertando o vestido da noiva na preparação para a ida para a cerimónia do casamento.
Mãe e irmãs da noiva colocando-lhe os brincos, antes da saída para a cerimónia do casamento.
Noiva, sentada na cama, falando com um rapazinho familiar ,antes de partir para a cerimónia do seu casamento.
Noiva, vista por detrás, junto coma irmã já de saída para a cerimónia do casamento.

Share This:

Leave a Comment

  • (will not be published)