Silhueta da noiva e da sua irmão que a ajuda a abotoar o vestido do casamento, em composição do fotógrafo de casamento.

O fotógrafo com as noivas quase prontas para o casamento

PARECE QUE…pelo FOTÓGRAFO DE CASAMENTO

Silhueta da noiva e da sua irmão que a ajuda a abotoar o vestido do casamento, em composição do fotógrafo de casamento.

Não sei se é coisa de mulheres, e o fotógrafo de casamento estranhe, apesar de já andar nisto há algum tempo, mas as noivas nunca estão finalmente prontas. Há sempre um acerto a fazer ao vestido, aquele botão parece que está um tanto de lado, é preciso puxar ali porque parece que está torto, o véu parece que está preso e não flutua, passar um pano pelos sapatos também não faz mal a ninguém e….

É verdade que em noivo não é assim. Quando está, está. Por outro lado gosto de ver quem é mais pequeno, bem, mais pequena, no espaço, também já percebe de se aperceber dessas coisas e não perde oportunidade para dar ao fotógrafo de casamento mais uma razão para…fotografar. Talvez com essa influência, também ele parece que tem sempre mais uma, fotografia, que pode fazer e todas as que, parece, não deixam de ser aproveitadas.

Não me canso de dizer que apesar de o casamento ser argumento à muito escrito não deixa de ser completamente novo em cada sítio, onde ao fotógrafo de casamento foi dada permissão para dar vida ás suas máquinas. É isso que me encanta. Saber que, apesar de ser mais um, vou ter a certeza que me vou defrontar com situações sempre novas e, assim, parece que vai sempre valer a pena.

Noiva, sentada, enquanto a irmã e a sobrinha a ajudam com os sapatos.
Noiva, já pronta, sentada na cama com uma menina e outra brinca.
A noiva desce as escada para sair para a cerimónia do casamento.

Leave a Comment

  • (will not be published)