O fotógrafo com os humores da luz, até em casamentos

SEMPRE A LUZ pelo FOTÓGRAFO DE CASAMENTOS

Como ela me chama. É verdade que ela, a luz, é o principal componente para que qualquer fotógrafo possa sê-lo. Sem ela, simplesmente, não há fotografia. Mas não é sua ausência ou a sua presença, por si, que interessa aqui. Ou seja não é propriamente a sua quantidade que é importante para uma toma de fotografias, em qualquer que seja o tema escolhido pelo fotógrafo. Com a qualidade e os avanços técnicos do equipamento fotográfico, a quantidade dela já não é problema há algum tempo.

Falo da sua qualidade. A tonalidade que traz consigo, a dureza ou a macieza com toca no meu objecto fotográfico naquele momento, a frieza ou quentura com que lhe acentua cor ou a delicadeza com que modula uma cara desejosa de voar em forma dela, a luz, até ao sensor da minha máquina fotográfica. Ela pode transformar uma composição perfeita numa banal fotografia ou, ao contrário, fazer de uma composição banal um deleite para os olhos. A mistura das duas é o que todo o fotógrafo, inclusive o de casamentos, procura avidamente.

Infelizmente nem sempre ela, a luz, trata muito bem o fotógrafo de casamento. Sorte têm aqueles que, num estúdio, a fazem à sua maneira e da maneira que a querem. Mas aqueles que estão sujeitos aos seus caprichos, não podendo escolher nem o lugar nem a hora, têm que aprender como é que dela irão tirar o melhor que tem para nos dar. Mas, há lugares, onde se fotografa, onde ela resolve ser benfazeja e revelar de uma maneira muito especial que, afinal, até gosta de mim. Aí, depois de um obrigado interior que, espero, ela entenderá, aproveito antes que o seu caracter, um pouco arisco, a leve para outros humores que não me sirvam tão bem. Mas, apesar de tudo, nunca consigo resistir quando ela me chama enquanto fotógrafo, mesmo que não num casamento.

Noiva, na sua preparação para o casamento, com rolos no cabelo.
Cãozinho deitado no sofá em casa da noiva.
O bouquet da noiva sobre fundo vermelho.
A noiva em casa, a ser penteada.
A noiva rir com os avós, desfocados em fundo.
Noiva com quem a maquilha, em processo de preparação para o casamento.



Leave a Comment

  • (will not be published)