O fotógrafo com os que estão lá em casa, no dia do casamento

ENCONTROS pelo FOTÓGRAFO DE CASAMENTOS

Uma das coisas que mais gosto, no começo a fotografar um dia de casamento, é o meu passar pela casa onde os noivos se aprimoram, para irem todos bonitos para a grande cerimónia e, depois, a festa que se pretende sempre de festeira. Nesse passar por lá, para fotografar como é obvio, é o encontro entre as pessoas que lá estão ou por lá passam que me fascina.

Por muito que eu saiba que o noivo e a noiva sejam o principal objectivo do fotógrafo de casamento, todos esses e essas que por lá vão fazendo poiso não podem ser ignorados, para fotografias que eles oferecem a toda hora e de todas as maneiras. É um verdadeiro encontro entre pessoas que se gostam, se encantam uns com os outros e, mesmo, festejam antes da festa e antecipando esta.

Por isso me dá imenso gosto quando a noiva, ou o noivo, se engalanam em casa, normalmente, dos pais. Posso ter menos os tais espelhos que me dão muito gozo, mas vou ter mais paleio, abraços, olhares e, algumas vezes, aquela azáfama confusa pela quase multidão que se encontra lá. Aí o meu lado de fotógrafo de casamentos rejubila e não me dá descanso até que a noiva parte em corrida ansiosa para perto do noivo que, impaciente, a espera. E eu, também corro.

Noiva, em casa, no meio de convidados a ser penteada.
Duas convidadas na conversa enquanto uma é penteada.
Noiva, de costas, abraça a sua madrinha.
Cara da noiva entre desfocados, enquanto é maquilhada.

Share This:

Leave a Comment

  • (will not be published)