O fotógrafo e a chegada para um batismo

ENQUANTO SE ESPERA pelo FOTÓGRAFO DE BATIZADOS

Um evento é nada mais do que um juntar de pessoas para um determinado fim. Pode ser o lançamento de um produto de consumo, de uma medida governamental sobre uma obra pública ou, no que mais diz respeito a este fotógrafo, um batizado onde membros chegados de um família de juntam para, simbolicamente, fazerem entrar na comunidade dos católicos mais um membro.

Mas, pela observação que tenho tido ao longo do tempo em que exerço a minha profissão de fotógrafo nos batizados, não é só aquele momento ritual que junta todas aquelas pessoas. Basta, para isso, ver, e fotografar como me compete, a chegada das pessoas ao local da cerimónia do batizado. A alegria dos encontros de quem já há algum tempo não se via, os gestos de afecto, o cavaqueio sobre muitos assuntos mas, principalmente, sobre a criança a ser baptizada e a ordeira caminhada para perto da pia baptismal, quando o padre em questão dá essa indicação. O fotógrafo de batizado deve traduzir esses reparos em fotografias.

Devo dizer que me dá uma grande satisfação ser testemunha desses comportamentos. Saber que o resultado do meu trabalho irá, muitos anos depois, mostrar à criança, a ser baptizada, os que para com ela foram ter nesse dia, que com ela estiveram à roda da cerimónia da água benta e, mais, tarde, celebraram com refeição com muitos beijos e muito colo. Sei disto tudo porque, também eu, estive lá e garanto, com o meu trabalho de fotógrafo de batizado, que ela venha a ter essa satisfação. Também a mim, me satisfaz, muito.

Menina no meio de outros convidados do baptismo, enquanto esperam pela cerimónia.
Convidada a rir para outros convidados, enquanto se juntam para a cerimónia do batizado.
Pai e mãe da menina a ser baptizada, com ela ao colo da mãe, na entrada da igreja para a cerimónia.
Madrinha da menina que vai ser baptizada, com ela ao colo, junto de outros convidados à porta da igreja.

Share This:

Leave a Comment

  • (will not be published)