O fotógrafo e a sabedoria da composição, para um casamento

FOTÓGRAFOS DE CASAMENTO e o GOSTO PELA COMPOSIÇÃO

Uma das palavras mais usadas no mundo arte é, talvez, a que decide se o que irá sair da cabeça do artista se irá transformar em obra que desperte o interesse de quem venha a estar perante o resultado desse primeiro pensamento, a decisão de fazer. Se sobre escultura, pintura ou em música qualquer discussão onde aconteça essa palavra ela será, de certeza, usada vezes sem conta, seja para compreender, explicar ou só para descrever.

Como fotografo de casamento, deparo-me com ela por cada vez que tenho que decidir apanhar uma fotografia. É com ela, e por causa dela, que vou decidir colocar-me para, a partir de uma primeira observação, o sítio certo e englobar os elementos da acção. Por causa dela, isso poderá resultar numa boa distribuição desses mesmos elementos. As pessoas, os móveis, a decoração ou o feitio do espaço terão que estar arrumados para que ela resulte.

O fotógrafo de casamento não pode andar a mudar as coisas desses espaços, terá que saber encontrar o ponto, o sítio, certo que permita que tudo se harmonize e fique pronto para ser fotografado. Essa escolha só existe por causa dela, essa palavra que tem que condensar toda a sabedoria do fotógrafo e, rapidamente, iluminá-lo para que a decisão seja a correcta. Nenhum fotógrafo, seja de casamento ou não, poderia sê-lo sem a composição. Quanto mais profundo for o seu conhecimento acerca dela, melhor será o resultado do seu trabalho.

Noiva acabada de vestir e pronta para partir para a cerimónia do casamento.
Grande plano da cara da noiva, entre ramos de árvore, na sessão de fotografia do casamento.

Share This:

Leave a Comment

  • (will not be published)