Vista por entre duas amigas desfocadas, o rosto da noiva sorrindo quando acabam de lhe por os brincos para o casamento.

O fotógrafo invisível numa manhã de casamento

NÃO ESTÁ LÁ pelo FOTÓGRAFO DE CASAMENTO

Vista por entre duas amigas desfocadas, o rosto da noiva sorrindo quando acabam de lhe por os brincos para o casamento.

Nunca pensei que me sentisse tão bem rodeado de mulheres, num dia de preparação de noiva para casamento. Também nunca pensei que conseguisse que elas não ligassem nada ao fotógrafo de casamento e me deixassem fazer o meu trabalho sem constrangimentos. Todos sabemos que, tradicionalmente, nas coisas dos homens mulheres não entram e nas delas, homem até pode entrar mas não percebe nada. Foi assim que, no princípio, o fotógrafo de casamento se sentia. Entrar num mundo onde nunca tinha estado e, por um lado, fascinar-se com ele e, por outro, não se sentir a mais. Devo dizer que o mundo delas não só nunca se importou comigo, como sempre me tratou da melhor maneira, ignorando-me. E era isso que eu queria, porque não iria ser um homem no meio das coisas das mulheres, mas , sim, o fotógrafo de casamento a apanhar os seus afazeres para, o mais invisível possível, as levar e mostrar a quem o quiser saber o que fazem quando fazem uma noiva a ser daqui a muito pouco tempo.

Redigo, que sempre me trataram muito bem e nem uma vez me senti que estava mais e, talvez, a principal razão, seja essa invisíbilidade que finjo e me convenço que é verdadeira. Faço como fazia o meu filho quando era pequenino e se escondia por detrás do fino poste do sinal de trânsito com o olhar de través para não nos ver, e achar que tinha adquirido a invisíbilidade e, assim, desaparecer dos olhares do pai e da mãe, reaparecendo com grande alarido não tenham medo, eu estou aqui. Eu faço o mesmo. Assim que levo uma das minhas câmaras à cara, estou completamente convencido que me tornei invisível e que todas aquelas mulheres nunca mais darão por mim, enquanto fazem as coisas de mulheres a tecerem uma noiva que irá, como a mais bela das princesas que já alguma vez existiram, afirmar um resoluto sim a noivo que, desesperado, a esperará, assunto de outras fotografias, algures junto a um altar. 

Devo, também, dizer que todas essas mulheres são muitos generosas, como normalmente elas o são sempre. Fazem exactamente o que eu fazia ao meu filho ao deixá-lo completamente convencido que, enquanto os seus olhos estivessem por detrás do tubo, também ele tinha se tinha desvanecido ao grau da invisibilidade para os nossos. Elas fazem isso por mim. Sei disso porque, enquanto dura todo aquele afã, nenhuma delas, até hoje, se dirigiu ao fotógrafo de casamento ou lhe indicou que estava a atrapalhar. Como tenho uma formação onde aprendi as regras básicas da ciência, só posso concluir que sempre que o fotógrafo de casamento, no meio de mulheres que têm por dom alquímico transformar outra mulher em noiva e quando só as consegue ver através do visor das suas câmaras está, completamente, fora das suas capacidades de visão. Logo, como se conclui no fim de uma descrição de experiência científica, o fotógrafo de casamento é completamente invisível para elas e faz o seu trabalho sem qualquer problema. Não pode ser de outra maneira.

O ramo da noiva dentro de uma caixa às riscas cor de rosa, visto pelo fotógrafo de casamento.

No meio da mãe e amigas a noiva distribui pequenos ramos para elas usarem nos vestidos par o casamento.

A noiva segura no vestido para que duas amigas o ajustem, vistas pela porta do quarto pelo fotógrafo de casamento no Alentejo.

A noiva, de mãos na anca, enquanto duas amigas lhe apertam o vestido por detrás.

A mãe da noiva sorrindo de olhos fechados, na frente da sua filha quando esta se prepara para o casamento.

A mãe da noiva e duas amigas nos últimos ajustes no vestido, por detrás dela, vistas pelo fotógrafo do casamento.

A noiva rindo de satisfação quando duas amigas lhe põem os brincos, vistas pelo fotógrafo de casamento.

Já pronta e de ramo do casamento na mão a noiva, no meio da mãe e de amigas, abraça um menino, captados pelo fotógrafo de casamento.

Leave a Comment

  • (will not be published)