Os noivos fazem um arco com os braços para que outros passem por baixo, na festa do casamento, num momento visto pelo fotógrafo de casamento.

O fotógrafo no turbilhão da festa num casamento

É DE FESTA pelo FOTÓGRAFO DE CASAMENTO EM FÁTIMA

Os noivos fazem um arco com os braços para que outros passem por baixo, na festa do casamento, num momento visto pelo fotógrafo de casamento.

Como gosto da confusão. Enquanto fotógrafo de casamentos, um dos meus maiores desafios é conseguir retirar harmonia, equilíbrio e boa composição do meio do caos, do imponderável e da confusão. É como se uma desorganizada organização se revelasse harmoniosa assim que lhe retiro pedaços que a compõem.

Nestas situações, o fotógrafo de casamento salta e ressalta mesmo sem ser dançarino participante de correntes de desafio, entre convidados entregues a coisas dos corpos, da música e dos seus ritmos com algumas tradições à mistura. Da mesma maneira ele não pára de procurar o melhor ponto de vista, que é muito efémero, da melhor maneira de seguir turbulência como rio depois de chuva farta e, aqui e ali, se quedar sem parar, para detalhe mais parecido com grande plano de cinema.

Depois, há quem já não tenha mais para dar a festas, a danças e às outras coisas que ainda faltam até que, no fim, cada um parta cheio de dever cumprido, porque participado. Também ao fotógrafo de casamento chegará o momento em que lhe apeteça esse descanso. Merecido.

Convidadas no casamento durante a festa, passando por baixo de um arco.
Grupo de convidados do casamento dançando durante a festa.
O noivo e a noiva dançando junto de outro casal.
Noivo, de joelhos convida a noiva para dançar.
Menina com a cara decorada, a dormir sobre uma mesa na festa do casamento.

Saiba mais sobre o fotógrafo de casamentos Fernando Colaço. Porque razão fotografa casamentos,  como é seu método de trabalho.

Partes da festa de um casamento na Quinta da Ramila perto de Fátima.

Leave a Comment

  • (will not be published)