O que atrai o fotógrafo para fotografar

O APELO À FOTOGRAFIA pelo FOTÓGRAFO DE CASAMENTO

Se há coisa que me encanta durante todo o dia do casamento é a nossa capacidade para a amizade. Só pensar que duas pessoas decidem comemorar a sua ligação e à sua volta encontro muito mais gente do seria possível pensar, me fascina e comove. A sério. E isso é um dos meus pontos de interesse, enquanto fotógrafo de casamento, para ir contanto uma história que se vai desenrolando à minha frente. Por isso, nem de perto, o casal ocupa tantas fotografias que faço como os seus familiares e convidados.

Estas três fotografias são apenas um pequena mostra disso. À volta da noiva as suas amigas, repito, amigas emolduram-na, ajudam-me a compor as minhas fotos, evitam a possível mono presença de uma noiva abandonada e trazem o gosto do humor que faz do tempo, que ali se está, num aconchego em vez de um tédio e atrai fotógrafos de casamento.

É verdade que me concentro muito no meu trabalho, durante a passagem do dia, e sou uma espécie de, propositadamente, ignorado no processo, mas se não me sentisse rodeado pela alegria, pela comemoração e pelo prazer que a amizade transporta à volta dos casais que escolheram todos os que ali estão, o fotógrafo de casamento não se sentiria tão tentado a voltar sempre que outro casal o ache digno para tal. É que, assim, as fotografias não teriam grande interesse.

 

Share This:

Leave a Comment

  • (will not be published)