Uma fotografia que apareceu do nada e que o fotógrafo no casamento aproveitou

ADIVINHANDO pelo FOTÓGRAFO DE CASAMENTOS

Fotografar a abertura do baile, ou da pista como hoje se diz, é um dos maiores desafios do dia para os fotógrafos de casamentos. Nunca conseguem saber as condições de luz que estará disponível, nunca saberão, apesar de breve combinação, qual o ritmo do casal, como se vão envolver e se, de um momento para o outro, não mudam de “estilo” ou, mesmo, param com a tarefa porque dança não é muito a sua coisa.

Isto poderia ser uma forma de desanimar o fotógrafo de casamento. Andar por ali à volta de um casal que não pára quieto e que pode, sem avisar, abandonar a função poderia arrasar os nervos de qualquer paciente vivente. Mas só quem não conhece um fotógrafo, seja ele da coisa que for, é que não sabe que quanto maior a dificuldade, maior o desafio. Tudo que o que faça acelerar o ritmo cardíaco desse profissional, dado a noivos e a tudo o que os rodeia, é um desafio que não largará de modo algum.

Por isso, na triagem das fotografias, algum tempo depois da sua toma, a surpresa positiva é sempre uma realidade. A fotografia, em baixo, foi quando tudo já parecia que não era, e foi. Ela apareceu de repente, de impulso, como relâmpago em dia de acalmia. O fotógrafo de casamento, atento, não perdeu tempo na reacção e…ficou. Como eu gosto disso.

Share This:

Leave a Comment

  • (will not be published)