Velocidade e fotografia de casamento

TEMPO DE RESPIRAR pelo FOTÓGRAFO DE CASAMENTO

Gostava muito de poder ter mais tempo para pensar algumas das fotografias que se me aparecem durante o dia e nos vários espaços de um casamento. Mas a velocidade com que as coisas se passam, na maior parte das vezes, obrigam o fotógrafo de casamento ter que ser muito eficaz e muito rápido na relação olhar, pensar e executar. O que não deixa de ser um desafio fabuloso.

Já aqui o escrevi, várias vezes, que o retrato ocupa um lugar muito especial no meu gosto pela fotografia. Mesmo aquelas situações que se oferecem ao fotógrafo como pedaços de acção que teima em não parar, acabam por ter um tratamento, da minha parte, como se fossem um retrato envolvendo todo o movimento no espaço e no tempo em dia de imparáveis mudanças.

Assim, poder ter pelo menos um pedacinho de tempo e respirar fundo, arejar o pensamento, analisar o que está em volta e colocar lente certa para algum exercício de composição é prazer que qualquer fotógrafo de casamento não deixa de aproveitar e nem sempre se pode dar ao luxo. Nem eu.

Share This:

Leave a Comment

  • (will not be published)